Estado Maior Geral

O Estado-Maior é o órgão de direção geral responsável, perante o Comandante Geral, pelo planejamento, organização, direção e controle das atividades da Corporação, elaborando diretrizes e ordens de Comando, em consonância com a missão institucional e a política de segurança pública do Estado.

O Estado-Maior é composta de:

  • Gabinete
    • Chefe do Estado-Maior Geral;
    • Assistência, e
    • Ajudância de ordens. 
  • Seções do Estado Maior Geral
  • Secretaria:

As Seções do Estado-Maior são assim constituídas:

  • 1ª Seção (PM/1): Política de Gestão de Pessoas:
    • Subseção de Planejamento de Pessoal, 
    • Subseção de Planejamento da Saúde Biopsicossocial, 
    • Subseção de Legislação;
  • 2ª Seção (PM/2): Política e Planejamento de Inteligência:
    • Subseção de Pesquisa e Análise Criminal,
    • Subseção de Estatística Institucional, e
    • Subseção de Inteligência Estratégica; 
  • 3ª Seção (PM/3): Política e Planejamento de Preservação da Ordem Pública:
    • Subseção de Metodologias de Integração e Mobilização Social;
    • Subseção de Metodologias Preventivas e Repressivas;  
    • Subseção de Formação Inicial e Continuada;
  • 4ª Seção (PM/4): Política e planejamento de Logística:
    • Subseção de Estudo e Administração de Material Bélico; 
    • Subseção de Logística;
    • Subseção de Tecnologia da Informação e Comunicações.
  • 5ª Seção (PM/5): Comunicação Organizacional:
    • Subseção de Comunicação Interna;
    • Subseção de Relações Públicas;
    • Subseção de Integração Comunitária.
  • 6ª Seção (PM/6): Planejamento e Orçamento:
    • Subseção de Planejamento Orçamentário Institucional;
    • Subseção de Projetos e Captação de Recursos;
    • Subseção de Planejamento Estratégico;
  • 7ª Seção (PM/7): Gestão pela Qualidade:
    • Subseção de Gerenciamento de Processos;
    • Subseção de Planejamento da Qualidade;
    • Subseção de Controle Estatístico e Avaliação de Resultados. 

O Chefe do Estado-Maior Geral é indicado pelo Comandante Geral e nomeado pelo Governador do Estado dentre os oficiais da ativa da Corporação e do último posto do Quadro de Oficiais Policiais Militares Combatentes, competindo-lhe:

  • substituir o Comandante Geral nos seus impedimentos ou ausências, respondendo pelo Comando Geral da Corporação;
  • assessorar o Comandante Geral na coordenação e supervisão geral das atividades da Corporação por meio do controle das atividades dos órgãos de direção setorial;
  • coordenar a elaboração do planejamento estratégico;
  • assessorar o Comandante Geral na formulação da doutrina de preparo e emprego da tropa e na definição das políticas de comando;
  • assegurar a atuação convergente e dinâmica dos órgãos de direção, apoio e execução;
  • elaborar e estabelecer ordens, instruções, diretrizes, planos e orientações pertinentes à implementação das políticas do Comandante Geral, visando à consecução dos objetivos e metas estabelecidos;
  • supervisionar a execução das diretrizes, planos e ordens;
  • orientar e dirigir os trabalhos do Estado-Maior Geral, praticando os atos necessários ao seu funcionamento;
  • realizar inspeções periódicas;
  • desempenhar outras atribuições delegadas pelo Comandante Geral.  

(Fonte: Art. 9º-A da Lei Complementar nº 053, de 07/02/06)


 

Atualmente, o Chefe do Estado Maior Geral é o CORONEL PM LÁZARO SARAIVA DE BRITO JUNIOR.