POLÍCIA MILITAR DO PARÁ
Regulamento de Uniformes - RUPM
01 - FUNDAMENTAÇÃO LEGAL
ü Portaria nº 014/1992 – Gab CMDO
ü Manual de Identidade Visual - MIV
02 - FONTES DE PESQUISA
ü Cor atual do uniforme
ü Portal de notícias
03 - DESIGN
ü Gandola
ü Combat Shirt
04 - TECIDO
ü Composição
ü Vídeo
Qual a COR do uniforme que
você Prefere?
VOTE AQUI
05 - RESGATE HISTÓRICO
ü Azul Petróleo
ü PMPA 200 Anos
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
PORTARIA No 014/92 – GAB CMDO
O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Pará, no uso de suas atribuições legais e, Considerando a necessidade de melhor adequar as
insígnias de Comando ou Direção às disposições da Constituição Estadual e da Lei de Organização Básica da PMPA; Considerando o respaldo
básico dos dispositivos da Portaria Ministerial do Exército, de 04 JUL 80;
Considerando ainda o relevante interesse de estabelecer a uniformidade na feitura e uso desse importante símbolo na Corporação, como forma de
preservar nossa identidade e tradição. RESOLVE:
Art. 1o – Aprovar as Normas para Feitura de Insígnias de Comando e Direção na PMPA que, com esta baixa, inclusive seus anexos.
Art. 2o – Autorizar o uso da Insígnias substituídas até 06 meses após a data desta Portaria.
Art. 3o – As propostas das novas Insígnias deverão ser encaminhadas à apreciação deste Comando, assim como os casos omissos porventura
existentes nestas Normas.
Art. 4o – Revogam-se todas as disposições que com essa colidam.
REGISTRA-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.
QUARTEL EM BELÉM, 26 DE JUNHO DE 1992.
CLETO JOSÉ BASTOS DA FONSECA CEL PM RG 5074 – CMT GERAL
Avançar
Início
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Voltar
Início
PORTARIA No 014/92 – GAB CMDO
3. GENERALIDADES:
a) A uniformidade das insígnias de Comando ou Direção baseia-se no tipo de bandeira universal, de forma retangular, cujo lado maior mede
uma vez e meia o lado menor. Idêntica proporcionalidade deve ser observado nas insígnias de forma triangular, entre a base e a altura;
b) As cores heráldicas básicas da Polícia Militar são o vermelho, o azul e o branco, as cores representativas na Bandeira do Estado do Pará.
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
As cores heráldicas básicas da Polícia Militar são o vermelho, o azul e o branco, as cores representativas na Bandeira
do Estado do Pará. (Transc. PORTARIA N° 014/1992 - GAB CMDO)
Início
C 100, M 78, Y 33, K 25
C 0, M 100, Y 100, K O
C 0, M 0, Y 0, K 0
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
13/06/2016 - 12H37 - ATUALIZADO EM 13/06/2016 ÀS 12H37 - POR REDAÇÃO GQ
A cor mais feia do mundo é revelada – e o fato vai
muito além da curiosidade
Agência aponta tonalidade mais repugnante a pedido do governo australiano, que busca desestimular as pessoas a fumar
19/11/2017 A cor mais feia do mundo é revelada – e o fato vai muito além da curiosidade - GQ | Design
O azul é a cor mais quente – e também a preferida do mundo. Mas e a cor mais feia do mundo? Uma agência contratada pelo
governo australiano ficou encarregada de chegar a uma conclusão – e por um motivo que vai muito além da curiosidade.
A ideia era que os pesquisadores encontrassem uma cor tão feia e repugnante que, se impressa nas embalagens de cigarro na
Austrália, desestimulasse os consumidores a comprar. Foram três meses de pesquisas e uma centena de estudos até o
resultado.
Início
Avançar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Início
Voltar
Eis a cor mais feia do mundo, segundo aponta estudo
realizado na Austrália (Foto: Reprodução)
escala Pantone, popularmente conhecida como ‘couchè opaco’.
Além das imagens gráficas sobre os malefícios do cigarro, as
embalagens na Austrália passam a ser na cor mais feia do
mundo.
FONTE: http://gq.globo.com/Prazeres/Design/noticia/2016/06/cor-mais-feia-do-mundo-e-revelada-e-o-fato-vai-muito-alem-da-curiosidade.html
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
19/11/2017 A cor mais feia do mundo! – Design Culture
Por Nerival Ferraz
Escrito em 14 de junho de 2016
Se você acha que a única forma de odiar cores seria aplicando-as em um
degradê mal feito, está errado. O governo australiano decidiu iniciar uma
busca pela cor mais repugnante aos nossos olhos. Para isso, contrataram a
agência Gfk Bluemoon, onde os pesquisadores trabalharam por incessantes
três meses até encontrá-la. Você deve estar se perguntando o motivo.
Nada mais nobre: combater o tabagismo. Em 2012 a pesquisa teve fim e a cor escolhida foi o Pantone 448 C (opaque
couché). Um tom castanho depressivo que, segundo a agência, teria ação instantânea em afastar consumidores de
um produto que mata 6 milhões de pessoas por ano, no mundo.
Pantone 448C: Na pesquisa, a cor foi descrita como suja e repulsiva.
Início
Avançar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Com a conclusão do estudo, o governo da Austrália decidiu fazer utilização da cor em todas as embalagens de cigarro,
obrigatoriamente. Outros países como Irlanda, França e Reino Unido adotaram a estratégia. Na França, a lei foi aprovada em
dezembro de 2015, então todas as identidades visuais foram substituídas pelo padrão do opaque couché. O caso mais recente
foi no Reino Unido, onde a lei começou a valer no fim de maio desse ano.
Por muito tempo, a campanha de promoção do cigarro foi legal e atraiu
toda uma geração ao vício. Era aclamado culturalmente através da
publicidade. Você̂ já́ viu os comerciais antigos da Marlboro e outras
marcas?
Nos países onde o Pantone 448C já é utilizada há algum tempo, o índice
de adesão ao consumo do cigarro está caindo expressivamente. Essa é
mais uma das provas do quanto uma cor pode influenciar nossas
decisões e sentimentos quanto a produtos, embalagens e designs no
geral. Ou vai me dizer que ainda não conhece o poder das cores?
Início
Voltar
FONTE: https://designculture.com.br/a-cor-mais-feia-do-mundo
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
19/11/2017 ‘Cor mais feia do mundo’ é usada contra o tabagismo | EXAME
MARKETING
‘Cor mais feia do mundo’ é usada contra o tabagismo.
Campanhas contra o cigarro mostram que uso de um "marrom esverdeado" é eficiente
Por Guilherme Dearo
access_time 8 jun 2016, 11h14
Maços de cigarro com "a cor mais feia do
mundo": depois da Austrália, França e Reino
Unido adotaram a cor (Reprodução)
São Paulo – A cor mais feia do mundo é, oficialmente, esse tom de marrom que você vê ao lado.
Esse “marrom esverdeado” (PANTONE 448C na escala Pantone), também chamado de “opaque couché”, ganhou
de vez a infeliz alcunha.
A ideia de nomear essa cor como a pior de todas veio da Austrália. Por lá́, em 2012, o governo australiano contratou
pesquisadores da empresa Gfk Bluemoon para identificar uma cor que pudesse ser usada nas embalagens de
cigarro e que ajudasse a desencorajar o tabagismo. Especialistas fizeram uma pesquisa de três meses com mil
fumantes para identificar a pior cor possível. Tal marrom acabou se revelando a pior opção – quer dizer, a melhor.
Na pesquisa, a cor foi descrita como suja e repulsiva. Outras palavras ligadas a ela foram “alcatrão” e “morte”.
Antes, outras cores foram consideradas, como verde limão, bege, mostarda e cinza escuro. Mas nenhuma superou
o marrom esverdeado. Após a decisão, o país passou a adotar a cor obrigatória em todas as embalagens.
Uso nas embalagens
Depois da Austrália, outros países seguiram o exemplo, como França, Irlanda e Reino Unido. Na França, em
dezembro de 2015 foi aprovada a lei para padronizar os maços de cigarro, tirando logos das marcas e adotando a
cor Pantone 448C. No Reino Unido, os novos maços com essa cor começaram a vale no fim de maio desse ano.
No último dia 31, a Organização Mundial da Saúde promoveu o uso dos maços padronizados.
Início
FONTE: https://exame.abril.com.br/marketing/cor-mais-feia-do-mundo-e-usada-contra-o-tabagismo/
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Construída em tecido NYCO-Cordura 50% Algodão e 50% Poliamida.
Suporta as demandas rigorosas do combate e do treinamento militar e policial.
Maior resistência de ignição ao fogo quando comparada ao nosso atual Rip
Stop (30% algodão e 70 % de Poliéster de Pet reciclada).
Possui excepcional resistência ao rasgo
Maior rapidez de absorção e secagem da transpiração e umidade,
propriedades antimicrobianas, (Tecnologia Nanoconfort)
Proteção UPF 50 + (Proteção contra os raios Ultra Violeta)
GANDOLA
Início
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Construída em tecido NYCO-Cordura 50% Algodão e 50% Poliamida.
Suporta as demandas rigorosas do combate e do treinamento militar e
policial, construída em 50% de algodão e 50% de Poliamida.
Maior resistência de ignição ao fogo quando comparada ao nosso atual Rip
Stop (30% algodão e 70 % de Poliéster de Pet reciclada).
Maior rapidez de absorção e secagem da transpiração e umidade,
propriedades antimicrobianas, (Tecnologia Nanoconfort)
Proteção UPF 50 + (Proteção contra os raios Ultra Violeta)
Utilizada pelas Forças Armadas Americanas, várias forças policiais do
mundo, Polícia Federal e Rodoviária Federal.
COMBAT SHIRT
Início
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
20/11/2017 DefesaNet - Tecnologia - CORDURA - Uniformes Multi-resistentes
24 de Maio, 2012 - 23:40 ( Brasília )
Tecnologia CORDURA - Uniformes Multi-resistentes
Marca Cordura® e Santista Workwear trazem novas tecnologias em uniformes profissionais e
militares
A marca Cordura, da INVISTA, um dos maiores produtores integrados de polímeros e fibras do mundo, especialmente em aplicações de nylon,
spandex e poliéster, em parceria com a Santista Workwear traz para o mercado brasileiro as últimas tecnologias em uniformes profissionais e militares. No
segmento de Segurança, as novidades são o tecido DURAPRO, produzido com a tecnologia de tecidos CORDURA NYCO, e COMBAT PRO (militar),
confeccionado com a tecnologia de tecidos CORDURA Classic. DURAPRO possui a estrutura Rip Stop, que combina a fibra de poliamida de alta tenacidade com
o algodão (tecido CORDURA NYCO). Com resistência à abrasão cinco vezes superior aos tecidos mistos com poliéster/algodão de peso similar, é indicado para
ambientes de trabalho extremo. Com excepcional resistência, COMBAT PRO, também produzido com a tecnologia de tecidos CORDURA, é ideal para a
aplicação como reforços em uniformes utilizados em tarefas que requerem esforços intensos, sem prejudicar o conforto e a mobilidade do trabalhador. A coleção
da Santista Worwear em parceria com a INVISTA, trouxe peças com um conceito inovador no Brasil, mas conhecido na Europa e Estados Unidos: o
Reinforcements - uma aplicação de tecidos mais resistente em áreas mais suscetíveis a impacto, abrasão e desgaste, como cotovelos, joelhos, ombros, barras
de calças etc. Essas áreas de reforço são apresentadas em cores diferentes do tecido principal dos uniformes, trazendo, além de maior resistência, um novo
design às peças. O conceito trabalha atributos como multi-conforto, multi-proteção, roupas multifuncionais, modelagem modernizada e qualidade superior. Desse
modo, uniformes que antes se desgastavam muito em locais de grande abrasão, como bolsos de ferramentas, passador de cinto, barras, cotovelos e joelhos
ganham o reforço com um tecido muito mais tecnológico e resistente. A durabilidade alcançada com esse novo conceito em workwear confere aos produtos finais
uma característica cada vez mais valorizada pelo mercado: a relação custo-benefício.
Início
Avançar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Início
Voltar
Unidade de negócio Workwear
A marca Santista Workwear, pioneira no mercado de uniformização e líder na América do Sul no segmento de tecidos para uniformes profissionais, investe
constantemente no desenvolvimento de produtos, buscando a excelência em desempenho. Possui o maior e mais adequado mix de produtos, oferecendo
tecidos tecnológicos e inovadores que unem conforto, segurança, imagem corporativa e adequação funcional, para os mais diversos setores do mercado. Além
da excelência em qualidade dos produtos, destaca-se o serviço de consultoria de uniformização que permite o desenvolvimento de projetos personalizados para
cada empresa/função e ainda, a uniformização desenvolvida com uma das Confecções Homologadas, recebe a etiqueta de Garantia Total, onde a Santista
Workwear garante o tecido e a confecção.
Sobre a Tavex A Tavex
Corporation é uma empresa líder na produção têxtil de denim diferenciado, resultado de da união da Tavex (Espanha 1846) e Santista Textil (Brasil 1929) em
2006. Duas empresas com uma consolidada trajetória de mais de 150 anos na produção de tecidos denim, flats e workwear. O compromisso da Tavex é tornar-
se “best partner” de seus clientes, reforçando a posição de liderança como a maior empresa de Denim mundial e de workwear na America latina. Excelência,
Pesquisa e Experiência são as chaves em que se baseiam a filosofia da nossa empresa.
CORDURA NYCO
oferece durabilidade e conforto para uniformes militares, roupas de trabalho e roupas de lazer. A partir de uma mistura da fibra nylon 6.6 T420 da INVISTA e o
algodão, os tecidos CORDURA NYCO oferecem uma ótima resistência à abrasão, conforto e durabilidade. As roupas feitas com CORDURA NYCO são
duráveis, leves e resistentes.
Avançar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Sobre a marca CORDURA®
A essência da marca CORDURA da INVISTA celebra a durabilidade individual:Enquanto houver pessoas resistentes no mundo, continuaremos fabricando
Tecidos Resistentes™ (As Long As The World Is Full Of Durable People, We’ll Keep Making Durable Fabrics™). Conhecido por sua resistência a rasgos,
arranhões e abrasões, o tecido CORDURA® é um dos ingredientes principais de muitas das melhores roupas e acessórios de alto desempenho do mundo,
em produtos como bagagens, revestimento e mochilas até calçados, equipamento militar, trajes táticos, uniformes de trabalho e acessórios de desempenho.
A marca CORDURA® é uma marca comercial registrada da INVISTA, um dos maiores produtores integrados do mundo em polímeros, intermediários e
fibras. Para destacar a marca CORDURA®, a palavra “CORDURA®” deve ser escrita em letras maiúsculas e seguida do símbolo ®, e deve ser
acompanhada das palavras “marca” ou “tecido.” Para saber mais sobre a marca CORDURA®, produtos finais e ferramentas de marketing da INVISTA, visite
www.CORDURA.com.
Sobre a INVISTA
A INVISTA é um dos maiores produtores integrados de polímeros e fibras do mundo, especialmente em aplicações de nylon, spandex e poliéster. Com
presença no mercado de mais de 20 países, os negócios globais da INVISTA oferecem excepcional valor para os clientes através de inovações
tecnológicas, percepção de mercado e um portfólio considerável de marcas mundiais, que incluem: ADI-PURE®, ANTRON®, AVORA®, C12™,
COMFOREL®, COOLMAX®, CORDURA®, CORFREE®, DACRON®, DBE®, DYTEK®, FRESHFX®, LYCRA®, PERFORMA™, POLARGUARD®,
POLYSHIELD®, POLYCLEAR®, SOLARMAX®, STAINMASTER®, SUPPLEX®, SUPRIVA TM, TACTEL®, TACTESSE®, TERATE®, TERATHANE® e
THERMOLITE®. Para mais informações, visite www.INVISTA.com.
Início
Voltar
FONTE: http://www.defesanet.com.br/tecnologia/noticia/6153/CORDURA---
Uniformes-Multi-resistentes/
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Início
Nova composição proposta
50% Poliamida 50% Algodão
Composição do atual uniforme
70% Poliéster 30% Algodão
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
AZUL PETRÓLEO
O azul petróleo permaneceu como cor institucional de nosso Uniforme Operacional por mais de 30 anos. Antes disso era comum as forças
de segurança pública utilizarem a cor caqui ou marrom em várias unidades Federativas, como parte da herança histórica de revolução dos
anos ‘30’, também era comum a cor caqui nos tecidos de brim e sarja em razão do custo mais elevado de tinturaria para a coloração de
tecidos frente a indústria nacional da época. Após a assunção de governo militar em 1964, várias unidades Federativas passaram a adotar
cores características de suas regiões geográficas, no caso do Estado do Pará, parte integrante da Amazônia Legal, adotou-se o azul
petróleo, cor esta que preserva a identidade de uma cor azul matriz acentuada para o verde-escuro que nos remonta a imagem de nossa
Floresta Amazônica irradiada pela luz solar.
Início
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
PMPA 200 ANOS
A história da Polícia Militar do Pará está atrelada necessariamente à ética das casernas. Criada em 29 de março de 1818, a Guarda Militar de
Polícia, que ficava subordinada à Junta Provisória de Governo Civil da Província, seguiu tipicamente o modelo das milícias portuguesas. De
estrutura e hierarquia militarizada, teve como missão primordial conservar a boa ordem, o sossego público da capital e evitar os contrabandos
prejudiciais ao comércio e as rendas do Estado. Desde sua criação a instituição esteve presente em importantes eventos da História do País e do
próprio Estado paraense, como o Movimento da Cabanagem no Estado do Pará e a Campanha de Canudos no Estado da Bahia. Neste último
evidenciou-se a figura do Comandante do Regimento Militar do Estado, Tenente Coronel PM Antônio Sérgio Dias Vieira de Fontoura, que se tornou
o Comandante Geral da corporação, além de seu patrono.
Início
Avançar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
PMPA 200 ANOS
Acerca dessa evolução da e consolidação da Policia Militar do Pará, no dia 02 de setembro de 2017, o Comandante Geral da Corporação, Coronel Hilton Celson
Benigno de Souza, fez um breve apanhado, como se vê: Nossa história é rica e confunde-se com a própria história da Pátria e do Estado. Surgimos em 1818, no
governo do Conde de Villa Flor, então administrador da Capitania do Grão-Pará e Rio Negro, sob o Comando do Ajudante do Corpo de Artilharia JOSÉ VICTORINO
DE AMARANTE, com a denominação de CORPO DE POLÍCIA, cuja missão primeira era a de garantir o bom sossego na Capital e combater a rapinagem e os saques
no interior do Estado. Fomos Guarda Militar de Polícia em 1820 [...] Fomos, também, CORPO MILITAR DE POLÍCIA DO PARÁ (de 1885 a 1894), REGIMENTO
MILITAR DO ESTADO (de 1894 a 1905), BRIGADA MILITAR DO ESTADO (de 1905 a 1930), FORÇAPÚBLICA DO PARÁ (1935) e, por força do Decreto 1.516, em 09
de fevereiro de 1935, tornamo-nos a POLÍCIA MILITAR DO PARÁ, ate os dias atuais. (BOLETIM ESPECIALNº 02, 2017, p. 2). E fala ainda acerca da missão da Polícia
Militar, da necessidade de agir obedecendo limites legais e éticos, atuando em defesa da sociedade, mesmo com o risco da própria vida.
Início
Avançar
Voltar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
PMPA 200 ANOS
A Polícia Militar deve atuar estritamente nos limites da lei, submetendo-se, como se submete, com efetividade, ao controle externo. Somos Força Pública,
agimos pela e para defesa da sociedade, e não como se desviar do cumprimento da lei. Nosso papel, nessa realidade gravíssima é, prima facie, a defesa da
nossa gente. É por ela que temos e vamos vencer essa guerra. Estamos em todos os 144 municípios. Onde quer que haja um cidadão neste grande Estado,
sentinela do Norte, de ricas florestas e rios gigantes, estamos com ele, na sua proteção e defesa. Trabalhamos muito duro. Cumprimos nossas missões calcadas
na prevenção primária, inteligência policial, análise criminal e valorização do policial militar. (BOLETIM ESPECIAL 02, 2017, p. 2). Desta feita, A Polícia militar
do Pará, bicentenária Instituição, possui inúmeros motivos para celebrar seus 200 anos, partindo do pressuposto de que o resgate e a consolidação de sua
identidade visual por meio do policiamento ostensivo fardado, maneira como é conhecida em todos os rincões de nosso imenso estado, deve ser, e é conhecida
pelo homem fardado, pelo profissional atuante e bem qualificado e acima de tudo, compromissado com a causa pública, sendo emblemáticas suas cores
institucionais, cores estas, simbolísticas de nossa Amazônia Legal e da Bandeira de nosso Colosso Estado.
Início
Voltar
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Início
CICLO DE ESTUDOS DO NOVO REGULAMENTO
O presente estudo realizado pela seção do EMG, respeitados os estudos anteriores, tem como escopo proporcionar inovações tecnológicas,
objetivando atender as necessidades de padronização, identidade visual, resgate histórico, relação custo-benefício, conforto, proteção e durabilidade
do nosso novo uniforme operacional, além de novas pesquisas e mudanças de tecidos nos demais uniformes utilizados pela corporação. Ressalta-se
que neste infográfico, você usuário poderá ter acesso através dos links / ligações sobre o ambiente de pesquisa que foram amplamente saturados
por nossa equipe, no sentido de trazer ao efetivo de nossa bicentenária Instituição, as informações necessárias e esclarecedoras sobre o novo
RUPM, que brevemente será homologado e publicado para conhecimento da Corporação e do público em geral.
Polícia Militar do Pará
Regulamento de Uniformes - RUPM
Início
Vote
Aqui!!
Qual a COR do uniforme que você prefere?